Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Melhor Política

Melhor Política

Quando se põe a mama de fora. Amamentar em público ainda é tabu?

Abril 03, 2021

Sérgio Guerreiro

2A80608E-F77A-45C2-B9FD-C51566BE4719.png

Pode parecer-vos estranho um homem falar sobre isto.

Mas a razão é simples e conta-se rapidamente. O domingo estava radiante e o sol pedia-me um pequeno passeio pela marginal da cidade da Figueira da Foz. Devagar, ia saboreando a brisa que vinha longe mas de vez em vez, alguns mais apressados, como se o tempo fosse fugir, iam correndo para o tentar apanhar atropelando os mais calmos.

Resolvo sentar-me mesmo ali nas pedras frias que o sol de domingo se esqueceu de aquecer para contemplar qualquer coisa no horizonte que ainda hoje não descobri o que seria. Por certo não era importante.

 

Eis que quando a meu lado, com a devida distância de segurança como mandam ainda as regras, se senta uma jovem mãe com um bebé de colo.

 

São os bebés que ditam as horas.São eles agora os ponteiros do relógio da vida de qualquer mãe, que minuto menos minuto, estão sempre certos porque são regulados pela exatidão do seu choro que às vezes não tem lugar. Foi naquele momento que  o bebé disse à sua mãe, que horas eram.

A jovem apressadamente tira a sua mama para fora devolvendo-a rapidamente à sua cria faminta. Momentos depois, aquela mãe sorriu para mim como a querer pedir desculpa pelo incómodo do choro da criança que de alguma me poderia perturbar a tal contemplação de qualquer coisa que não sei o que seria  para lá do horizonte. Devolvi-lhe sossegadamente o sorriso quando ela levemente me diz de forma pausada  : “ está na hora”. Respondi-lhe: " agora é ele o seu relógio". 

A questão poderia ficar por aqui. Mas não fica.

Ali sentada a dar alimento a quem o pedia, muitos iam passando e olhando, uns com ternura outros disfarçadamente, sem me aperceber se era para o bebé  se para a mama ou mesmo ainda, alguns, que olhavam como se olha com desprezo para alguém que acaba de  cometer um crime sem possível defesa.

Foi esse o olhar de um transeunte, que não se inibindo de o verbalizar, teceu  o mais incómodo comentário que ouvi o sobre esta situação.

- " Ao menos ponha um pano a tapar a mama”.

Não era eu que a tinha de fora, mas fiquei incrédulo com tal afirmação mas, de certa forma até me senti “ feliz"  porque notei que aquele triste comentário não foi percebido pela jovem mãe. Ou teria ela fingido não o perceber?  

Fiquei com aquelas palavras ainda hoje a latejar na minha cabeça sem conseguir entender porque razão um acto entre uma mãe e o seu bebé, como é a amamentação, ainda pode ser encarado por alguns como um acto de exibicionismo.

A amamentação em lugares públicos é legalmente aceite pelo nosso ordenamento jurídico mas será que todas as mães se sentem à vontade para o fazer?

Em 2016 no estado da Georgia, EUA, uma mãe foi obrigada a interromper a amamentação do seu filho por um polícia enquanto estava num supermercado.

Segundo o relato de Savannah Skukla, o agente dirá dito que a prática era proibida e precisaria de se tapar porque alguém podia achar aquele acto ofensivo.

Muitos podem considerar que amamentar deve ser em reservado, num recanto onde ninguém veja, mas o certo e pelo que assisti, em 2021 ainda há quem se sinta incomodado ao ver a mãe natureza a cumprir o seu papel da forma mais natural possível quando um bebé tem fome como se não a pudesse ter enquanto passeia pela rua com a mãe.

Não deveria ser necessário contar-vos esta história, mas infelizmente parece que ainda há muito que falar sobre este tema em pleno século XXI.

7 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub