Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Melhor Política

Melhor Política

Menos IRS em 2021 mas menos reembolso em 2022. Eis o brilharete do governo.

Outubro 10, 2020

Sérgio Guerreiro

22237ECE-C9CF-4664-8146-C130A7E6FBBC.png

O governo tenciona já em 2021 baixar a taxas de retenção em IRS em dois pontos percentuais (2%). A medida a levar a discussão nas negociações do próximo Orçamento de Estado será aplicada progressivamente, e fará com que o seu cheque no final do mês seja ligeiramente mais “gordo” mas nas contas finais a entregar ao Estado em 2022 relativo aos rendimentos auferidos em 2021, poderá ver na sua conta bancária um valor menor de reembolso. 
Contas feitas, o estado não perde receita fiscal.

O aumento do rendimento disponível é feito via impostos para metade dos contribuintes já que para uma grande maioria , aqueles com rendimentos mais baixos, esta medida não “aquece nem arrefece” visto estarem dispensados de retenção.
Portanto, não há na prática nenhuma diminuição da carga fiscal em sede de IRS e poderá acontecer que haja mesmo um ligeiro aumento.
A surpresa pode vir em 2022, onde será possível que quem não pagava imposto, passe a pagar. Para simulações ainda é cedo até porque a medida pode sofrer alterações.
As contas fazem-se sempre no fim e vamos aguardar pela proposta final.

3 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub