Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Melhor Política

Melhor Política

Geringonças? Em Lisboa dava jeito não dava?

Setembro 27, 2021

Sérgio Guerreiro

3756CD98-9A91-4631-A425-8080662D7389.jpeg

O que ocorreu em 2015 quando António Costa perdeu as eleições, a lei eleitoral autárquica não o permite e é clara: o presidente é automaticamente o cabeça de lista mais votada. Assim é impossível, como aconteceu 2015, formar maioria para governar uma autarquia como a de Lisboa de acordo com os resultados finais. O poder central tem regras bastante diferentes do poder local.

 

Na verdade ,na câmara da capital , à esquerda foram eleitos mais vereadores que a lista de Moedas, mas isso para efeitos de presidência de nada vale.

 

Moedas conseguiu eleger sete vereadores a igualar com o PS nos mesmos sete. A CDU elegeu dois e o Bloco de Esquerda um.

Com este resultado, Carlos Moedas será mesmo Presidente da Câmara Municipal de Lisboa e não há poderá existir assalto ao poder como certamente Medina e Catarina Martins gostariam. Ninguém duvidará que a ser possível, já estaria em marcha um qualquer plano para que e à semelhança do que aconteceu em 2015 quando toda a esquerda  não respeitando a vontade popular, rejeitou o programa do governo de Passos Coelho. O mesmo é dizer, que à altura dos factos, a legitimidade se sobrepôs à autenticidade.

Isto é: na altura o desrespeito pela soberania popular, foi legítimo porque constitucionalmente foi e é permitido, mas todos nós, verdadeiros democratas, sabemos que entre a legitimidade e autenticidade, a linha é demasiado ténue.

Se dava jeito uma geringonça agora ? Aí não que não dava. Mas não pode mesmo acontecer.

1 comentário

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub