Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Melhor Política

Melhor Política

Dia mundial do livro e belo silêncio de uma biblioteca.

Abril 22, 2021

Sérgio Guerreiro

AA55C64E-E238-4F3E-A603-B7B1BCAEDFEA.png

Há bastante tempo que não mergulhava no silêncio de uma biblioteca. Parecia já esquecido o cheiro dos livros e o belo som do desfolhar lentamente das páginas de uma história qualquer. Nos livros, podemos todos os dias viajar para lugares diferentes, basta sentir o pulsar de cada palavra e lá vamos nós. O tempo dos livros não é igual ao nosso próprio tempo e na biblioteca, onde nos pedem sempre silêncio como se fossem cantar um fado, o tempo quer parar para nos contar as mais belas histórias . É preciso sentir e querer estar perto dos livros que nos ensinaram tudo o que hoje sabemos, para sabermos o que pode significar o belo silêncio de uma biblioteca.

 

Quando entramos neste mundo,  vindos da imensidão da vida recheada de ruído, parece estarmos em um outro planeta, onde tudo é paz, onde se respira qualquer coisa sempre novo e onde descobrimos tantas vezes o sabor da alma de que somos feitos. Não fossem os livros e as bibliotecas e a nossa vida seria ainda muito pequena.

Reparem que,  quando se entra numa biblioteca, até nos conseguimos ouvir por dentro e vamos sempre devagar, cuidadosamente de passos lentos e silenciosos, para não magoar as palavras que estão a ser bebidas, até à prateleira que queremos. Na verdade, na biblioteca onde moram os livros, o mundo é outro e sempre tão perto de nós onde nos podemos sentar e descobrir quem somos e quem são os outros.

 

Não sei o que andam a ler. Eu fui procurar Jorge Amado e encontrei  a obra “ Mar Morto” do qual extraí este poema que aqui vos deixo:

 

Lívia olha de sua janela

o mar morto sem Lua.

Aponta a Madrugada.

Os homens,

que rondavam a sua porta,

o seu corpo sem dono,

voltaram para as suas casas.

Agora tudo é mistério.

A música acabou.

Aos poucos as coisas se animam,

os cenários se movem,

os homens se alegram.

A madrugada rompe

sobre o Mar Morto”

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub