Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Melhor Política

Melhor Política

A queda de um outro muro.

Novembro 08, 2020

Sérgio Guerreiro

Melhor politica (1).PNG

O mundo livrou-se de vez de um político esdrúxulo, narcisista, nacionalista, anti-democrático, homofóbico , boçal, mentiroso compulsivo e todo o mais que lhe quiserem chamar que por mim estão à vontade.
 
 
Trump ao perder estas eleições não vai sair pelo seu próprio pé e a partir de agora ele mostrará o que afinal sempre foi e o  que de melhor sabe fazer. Guerra.
 
Não deixará o mundo em paz indo por todos os meios, que já lhe escapam, tentar na secretaria o que não conseguiu na democracia.
 
É só estúpido afirmar que o sistema eleitoral, do qual beneficiou aquando da sua eleição, afinal é uma fraude.
 
É só estúpido afirmar que os únicos resultados que podem ser democráticos e legítimos são os que lhe dão vitória.
 
 
Todo o exemplo que este” líder “ deixou nestes últimos quatro anos de um mandato envolto em polémicas , foi a experiência inaudita de que, se na terra da liberdade um homem deste calibre pode governar, homens com as mesmas características psicológicas aspirando a ser como ele, poderiam ter a oportunidade de lhe seguir o exemplo.
Este também era o perigo da sua reeleição. Minar o mundo paulatinamente de psicopatas políticos.
 
Mas às vezes é bom arriscar e ir a votos.
Só assim se saberá o que se pensa que se vale.
 
Ficou o aprendizado na história, de como não ser um líder e de como não governar.
Quando se quer impor o medo, o povo responde em silêncio com a arma melhor que o homem alguma vez criou mas que ninguém ousará um dia retirar. Sempre assim foi e sempre assim será.
 
Não era a política que interessava a Trump, era uma necessidade tipicamente narcisista de se mostrar e de se fazer notar.
 
Não é só Trump ( infelizmente) que padece deste mal, por cá também há quem precise de se refugiar na expressão do “Politicamente correcto “ para se notar rapidamente que a democracia é para muitos uma coisa estranha, onde se faz impor a sua vontade pelo poder, pela mentira e por umas frases mais ou menos radicais despertando no Povo a sede de sangue.
 
Não era o interesse Americano que estava em jogo.
Era o seu próprio ego que necessitava da política para se ir alimentando e saciando a sede que tinha de atenção.
 
O Povo americano, não deu só uma lição a si mesmo, mas sim ao mundo inteiro.
 
Segue-se o alívio da Melania que agora poderá seguir com a sua vida deixando a Trump a mesma lição que o seu povo deu e assim finalmente possa sorrir em liberdade
 
 
 
 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub