Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Melhor Política

Melhor Política

A opinião pública que forçou a Europa a tomar decisões.

Março 01, 2022

Sérgio Guerreiro

B807BE6A-52DD-4BD6-9578-455093887B89.png

Esta guerra, que muitos julgavam ser impossível de acontecer, está à nossa porta. Putin, julgaria que rapidamente  acabaria com a Ucrânia. Subestimou a sua determinação e a sua coragem . Putin, enganou-se. Pensaria que o assunto se arrumaria depressa e que o povo Russo o apoiaria incondicionalmente.

Mas o povo Russo não está com Putin, e para além das sanções económicas já anunciados, também o Tribunal Penal Internacional abriu um inquérito a fim de averiguar dos possíveis crimes de guerra que a Rússia praticou contra o povo Ucraniano.

Parece não existir dúvida. Putin, não contava com a mobilização do mundo inteiro contra si.

E será essa mesma mobilização que fará a Rússia recuar, seja uma mobilização internacional  seja mesmo uma rebelião do próprio povo Russo que dia menos dia poderá acontecer. A história depressa  mostrará que Putin abandonará o seu povo o que é típico dos líderes loucos tal como Putin é.

 

No entanto, este louco, sabia que as sanções económicas por parte da União Europeia e não só, acabariam por chegar. Embora não tão rapidamente como se esperaria, o mundo ocidental pressionava os líderes europeus a tomarem decisões que fossem de alguma forma duras para a Rússia.

 

A dependência energética foi um dos factores que os líderes europeus tiveram em linha de conta o que resultou num atraso significativo na aplicação dessas sanções. Mas é preciso mostrar a Putin, que os custos desta guerra terão um elevado preço a pagar.

 

Relembrar que cerca de 40% do gás que consume é proveniente da Rússia.

 

Mas quem mudou o rumo desta história?

A opinião pública.

 

Foi a pressão dos povos que mudou o curso de guerra, forçando as lideranças europeias a tomarem rapidamente decisões na aplicação de fortes sanções à Rússia.

Mas creio, com poucas reservas, que a vitória que se aproxima pela liberdade e pela paz pertence também ao próprio povo Russo que está ao lado da Ucrânia e com isto, Putin não contava. Este é só mais louco que será julgado pela história e não só. Na verdade, nós europeus devemos ter orgulho na força que a União Europeia tem demostrando neste conflito. E a verdade é só esta: estamos a caminhar no lado certo da história, muito embora por cá, alguns preferissem estar a caminhar no lado errado. Nós hoje, ainda podemos sair à rua e aproveitar o sol no fim de tarde, mas para muitos, hoje pode ser o último dia para qualquer coisa.

1 comentário

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub